Imposto de Renda 2020: matrícula de imóvel e RENAVAM podem ser obrigatórios

Enquadramento empresarial: entenda as diferenças entre ME e EPP
Enquadramento empresarial: entenda as diferenças entre ME e EPP
29 de novembro de 2019
Minha empresa realmente precisa de um escritório de contabilidade?
Minha empresa realmente precisa de um escritório de contabilidade?
4 de fevereiro de 2020
Imposto de Renda 2020: matrícula de imóvel e RENAVAM podem ser obrigatórios

Conforme informações liberadas pelo supervisor regional do IR em São Paulo, a Receita Federal passará a exigir, para o imposto de renda 2020, informações ainda mais detalhadas. Nesse caso, dois novos documentos passarão a ser obrigatórios para quem vai declarar: a matrícula dos imóveis declarados e o RENAVAM dos veículos declarados. 

O preenchimento desses dados já existe dentro das declarações, porém de forma facultativa, ficando a cargo do contribuinte informar ou não esses detalhes. Existe inclusive, um campo adicional, que permitia o preenchimento de outros tipos de registro de imóvel. Esse campo foi excluído, pois gerava muitas dúvidas. 

Vamos entender melhor quais são esses documentos e por que eles serão necessários para evitar a malha fina.

Matrícula de imóvel no imposto de renda 2020 

A matrícula de imóvel é um documento com valor de certidão que atesta a existência do imóvel, suas características e informações do proprietário.

Todos os dados do imóvel são apresentados em detalhes. Inclui a metragem, ônus, localização e ocorrência de alienações, hipotecas e desmembramentos.

RENAVAM no imposto de renda 2020 

O RENAVAM é o RG do veículo. A sigla significa Registro Nacional de Veículo. Ele permite saber todo o histórico, desde sua fabricação até o dia de seu descarte. Entre as informações armazenadas estão características, multas, emplacamento, licenciamento, mudanças de proprietários, furtos etc. Todas essas informações ficam no poder no DENATRAN que distribui para os DETRANs do estado onde o veículo foi adquirido e emplacado. 

Prazos do imposto de renda 2020 

Estão obrigados a declarar o imposto de renda 2020 contribuintes que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano de 2019. A data para a entrega do IRPF 2020 ainda não foi divulgada. Mas seguindo o cronograma dos anos anteriores é possível que o inicio da declaração aconteça em março, indo até a última semana de abril. 

Para te ajudar nesse processo, conte com a Elicar Contabilidade. Clique aqui e fale com nossos especialistas.

WhatsApp Olá, tire suas dúvidas por aqui!